musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - PóLVORA E FOGO - CACIFE CLANDESTINO - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Pólvora e Fogo letra


Copos pra cima
Um brinde pra firma tá sempre no topo
Minha família, lutando e lucrando na esquina de ouro
Sem disciplina, cobrança severa são anjos no corpo
Pode até tentar me derrubar, pode até
Mas desde cedo aprendi a duvidar do jogo
Revidar com pólvora e fogo
Vivendo nessa vida de cachorro louco
O dinheiro sujo não compra o povo

Quantos amigos que perdi na caminhada
Veio me visitar nessa noite estrelada
Sempre me levanto pelo corre das calçadas
No santo me garanto encarando as madrugadas
Por aqui tem que agir pelo certo, selva de concreto
Sustentando o teto, sua falha é o decreto
Sigo sempre quieto, muitos que se foram por desafeto
Vejo meu soldados em dólar
Pronto pra cobrar, só pra pegar quem nos atrasa
Não posso deixar falha, família tá em casa
Atitude e proceder protegendo a nossa área
Filha da puta, a firma abraçou
Quando cê pediu ajuda, sua falha começou
Quando cê cresceu a lupa, o mundo girou
Sua atitude é de Judas, minha família tá na luta

Copos pra cima
Um brinde pra firma tá sempre no topo
Minha família, lutando e lucrando na esquina de ouro
Sem disciplina, cobrança severa são anjos no corpo
Pode até tentar me derrubar, pode até
Mas desde cedo aprendi a duvidar do jogo
Revidar com pólvora e fogo
Vivendo nessa vida de cachorro louco
O dinheiro sujo não compra o povo

Ouço a rajada que interrompe o silêncio
O menor de touca ninja com calibre israelense
A plebe aqui é nobre com o coração valente
Mantém a sua conduta que o dinheiro não te vence
São vários artigo, e o comercio é o forte
No vale da sombra com as roupas de Jorge
Quer conhecer o inferno, te apresento o passaporte
Uma Tauros carregada se quiser contar com a sorte
Vai com calma, não se emociona
O jogo ainda tá no começo
Nosso sucesso é seu fracasso
A firma tomba quem tá no erro
Pivete vai embora, mais uma mãe que chora
Os cops tão na cola, nossa banca decola
A rua é escola, verme grudam na sola
Peço proteção pra nossa senhora

Copos pra cima
Um brinde pra firma que tá sempre no topo
Minha família, lutando e lucrando na esquina de ouro
Sem disciplina, cobrança severa são anjos no corpo
Pode até tentar me derrubar, pode até
Mas desde cedo aprendi a duvidar do jogo
Revidar com pólvora e fogo
Vivendo nessa vida de cachorro louco
O dinheiro sujo não compra o povo

Cacife Clandestino - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br